top of page
mkt2023.png
safe_image.jpg
HOME
CLIQUE NA CAPA
aaplace branding.png
CLIQUE NAS FIGURAS
       BRANDING        
COMPARTILHADO

  GERANDO

   NOVOS

NEGÓCIOS

ESTUDO DE CASO

 JUIZ DE FORA

 

 

PLANEJAMENTO

DE MARKETING 

 

CENTRO HISTÓRICO 

DE JUIZ DE FORA

Idealização de um plano cultural/histórico

AÇÕES NECESSÁRIAS

PARA O

DESENVOLVIMENTO

DE JUIZ DE FORA E REGIÃO

DECRETO N.º 7816 - de 11 de abril de 2003.


Dispõe sobre Tombamento do Bem que menciona.


O Prefeito de Juiz de Fora, no uso das atribuições que lhe conferem o inciso I do art. 2.° e o parágrafo 2.° do art. 15, e demais disposições da Lei n.º 7282, de 25 de fevereiro de 1988, em consonância com o que determinam os incisos I e IX do art. 30 e § 1.° do art. 216 da Constituição Federal, e considerando:
- o valor histórico e cultural que envolve o bem;
- que o Núcleo Histórico expressa a ocupação urbana da área central de Juiz de Fora;
- que o Núcleo Histórico é o "coração urbano da cidade" onde foi instalado os principais centros de poder: a Igreja, as Repartições Municipais, a Câmara e as Praças Centrais da cidade;
- que os imóveis que compõe o Núcleo Histórico representam exemplares significativos do ecletismo, art-déco, arquitetura industrial do início do século e modernismo;
- os termos e documentação dos processos dos imóveis tombados localizados no Núcleo Histórico Urbano de Juiz de Fora.

DECRETA:

Art. 1.º - Fica criado o Núcleo Histórico Urbano de Juiz de Fora, nos termos do Decreto-Lei n.° 25, de 30 de novembro de 1937 e da Lei n.º 7282, de 25 de fevereiro de 1988, formado pelo perímetro das Ruas Santo Antônio entre Ruas Halfeld e Marechal Deodoro, Halfeld entre Ruas Gilberto de Alencar e João Pessoa Resende, Marechal Deodoro entre as Ruas Gilberto Alencar e Francisco Bernardino, Batista de Oliveira entre as ruas Halfeld e Marechal Deodoro, Av. Getúlio Vargas entre as Ruas Espirito Santo e Marechal Deodoro, Rua Paulo de Frontim entre a Rua Halfeld e Praça Antônio Carlos, o Parque Halfeld, a Praça Dr. João Penido, a Praça Antônio Carlos e a Praça João Pessoa.

Art. 2.º - Ficam preservadas as fachadas e a volumetria construtiva dos imóveis já tombados na área do Núcleo Histórico.

Art. 3.º - Fica sujeito ao prévio exame e aprovação da Comissão Permanente Técnico Cultural todos os projetos relacionados com a área tombada delimitada em planta.

Art. 4.º - Fica autorizada a inscrição no Livro do Tombo observando-se o que prescreve o presente Decreto.

Art. 5.º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Prefeitura de Juiz de Fora, 11 de abril de 2003.

a) TARCÍSIO DELGADO - Prefeito de Juiz de Fora.
a) PAULO ROGÉRIO DOS SANTOS - Diretor de Administração e Recursos Humanos.

CLIQUE E  LEIA 

bottom of page